Mr. Fly l Moda Sustentável - peças ecológicas e conteúdo consciente

Torneiras, grãos e sujeira

Por Mr.Fly

 

Nunca na história desse país se ouviu tanto falar em crise hídrica.
E como sempre na história do nosso país, a cada semana alguém passa a responsabilidade para outra pessoa.
E quem sofre, claro, somos nós: a população que, de mãos atadas, fica refém da má gestão generalizada.

Há muito sabemos da vulnerabilidade de recursos finitos.
E sabemos também que independente das políticas públicas, somos todos responsáveis pelo que o planeta nos oferece.

Mas a questão é um pouco complicada.

Sabemos que mais da metade dos recursos hídricos nacionais são destinados ao agronegócio.
Isso significa que o pouco que gastamos, ainda que de forma errada, representa uma parcela pequena dos valores reais que nos abastecem.

O problema todo é que, quando confrontamos essa realidade, a primeira reação das pessoas é a de se sentir no direito de poder gastar mais do que já se gastava.
O que não podemos deixar de lado é o fato de que apesar dos nossos representantes políticos serem responsáveis por essa má distribuição, a água é responsabilidade de todos.
E como recurso finito, um dia vai deixar de existir.
Ou, dificultar nossa vida com a sua escassez- como já tem ocorrido.

Tudo isso talvez seja mais um apelo: o de que ainda pode dar tempo.
De cobrar a de mudar a nossa forma de lidar com a natureza.

O agronegócio pode ser responsável por grande parte do uso da água, mas tudo que chega aos consumidores, precisa de água em sua produção.

 

É muito importante que paremos de reproduzir o discurso que isenta.
Precisamos colocar os pés nos chão.
Repensar a situação da água é repensar a nossa relação com tudo que nos rodeia, principalmente o consumo.

Ainda dá tempo.


 

Dia mundial da água

Dia mundial da água

Hoje é o dia mundial da água, dia de se conscientizar mais ainda e começar a repensar as atitudes a longo prazo e ser cada vez mais sustentável. A água é um dos elementos essenciais para existência da vida, ou seja, sem água, não existiríamos. Sendo assim, a ONU (Organização das Nações Unidas) criou o Dia Mundial da Água, em 22 de março de 1992, para promover discussões sobre a consciência do homem em relação ao bem natural mais precioso. Em 10 de dezembro de 2002, o senado brasileiro aprovou o dia nacional da água através do projeto de lei do deputado Sérgio Novais (PSB-CE). O texto destaca que esse deverá “oferecer à sociedade brasileira a oportunidade e o estímulo para o debate dos problemas e a busca de soluções relacionadas ao uso e à conservação dos recursos hídricos.”

Na Declaração Universal dos Direitos da Água, criada pela ONU, dentre as principais abordagens estão:

– Que devemos ser responsáveis com a economia de água, pois essa é condição essencial de vida;
– Que ela é um patrimônio mundial e que todos nós somos responsáveis pela sua conservação;
– Que a água potável deve ser utilizada com economia, pois os recursos de tratamento são ainda lentos e escassos;
– Que o equilíbrio do planeta depende da conservação dos rios, mares e oceanos, bem como dos ciclos naturais da água;
– Que precisamos utilizá-la tendo consciência de que não devemos poluí-la ou envenená-la;

Com esse documento, a Organização das Nações Unidas tornou obrigatório que todos as pessoas sejam responsáveis pela qualidade da água, bem como pela sua manutenção, tendo, assim, formas de garantir a melhoria de vida no planeta.

Dia da água

Fonte

Dicas espertas para economizar água

Dicas espertas para economizar água


O dia Mundial da Água foi comemorado no dia 22 de março. Sabemos que você já está cansado de ouvir e ler por aí sobre a poluição e o desperdício da água. Por isso, mais do que discutir e refletir sobre, que tal partimos para a ação?

Você pode começar com pequenos hábitos, simples, que farão uma diferença enorme. Afinal, não dá para ficar parado com apenas 0,008% de toda a água no mundo sendo potável, não é?

Separamos algumas dicas bem básicas, que temos certeza que você já viu por aí, mas que só falta um empurrãozinho para você começar a colocar em prática:

Higiene pessoal e Limpeza:
– Ao escovar os dentes e ensaboar as mãos, feche a torneira;
– A mesma dica para a hora do banho: vai ensaboar, desligue o chuveiro;
– O vaso sanitário não é lixeira. Além de correr o risco de entupimento, a cada descarga são gastos em média 10 litros de água;
– Elimine de uma vez por todas a mangueira na hora de lavar a calçada. Substitua-a por um balde e uma vassoura. Você joga um pouco de água e a vassoura faz o resto do trabalho;
– Espere juntar uma pilha de roupa suja para usar a máquina de lavar;
– Economize: aproveite a água do enxágüe da máquina para lavar seu quintal.

Outras dicas:
– Vai regar as plantas? Prefira a parte da manhã ou anoitecer e use o regador ao invés da mangueira;
– Para lavar um copo, são necessários dois copos de água para deixá-lo limpo. Substitua os copos por garrafinhas de água ou squeezes sempre que possível.
– Antes de fazer uma viagem, feche o registro de água;
– Atenção para o desperdício de água: vazamentos, torneiras pingando, descargas desreguladas, entre outros.

Pronto para mudar?