Mr. Fly | Moda Sustentável - Peças ecológicas e conteúdo consciente

7 coisas sobre a comunidade de moda sustentável

7 coisas sobre a comunidade de moda sustentável

Não fazemos ideia, mas podemos aprender muito e mudar nossos pensamentos em relação à moda, com a moda sustentável e ética. Ela tem tanto para oferecer que se você se jogar de cabeça nesse assunto vai lhe trazer muito conhecimento e ideias para te iluminar. Aqui estão 7 coisas que você pode aprender:

1. É uma comunidade imensamente acolhedora e aberta

Isso apenas mostra como trabalhar para melhorar o mundo pode unir as pessoas. Ao entrar não só você aprende, mas ensina também. Não é porque não conhece o bastante da área que não viu em algum lugar ideias sobre ética e sustentabilidade no meio da moda. O pessoal da comunidade te acolhe, te escuta e ideias são trocadas e unidas para um bem maior.

2. Há quantidades ridículas de informações em todos os lugares

Existe realmente, e tudo o que você precisa fazer é pesquisar. Surpreendentemente, o Twitter tem sido uma das maiores fontes de informação. Se você seguir as pessoas certas (como as mencionadas no n. ° 7 nessa lista), você encontrará artigos, publicações e sites que podem lhe dizer muito. A única informação que não está realmente lá fora e facilmente disponível é a informação que queremos mais: onde os grandes varejistas fazem suas roupas? Quem os faz, e em que condições eles trabalham? Será que eles recebem um salário justo e digno?

moda sustentável

3. Há também uma quantidade louca de veganos em todos os lugares

Quem já luta por uma causa, como os veganos têm maior tendência a participar de outra causas como é a moda ética e sustentável. Não que você não encontre pessoas que não sejam veganas ou vegetarianas, encontra, mas em menor número, geralmente.

4. Há tantos ângulos para abordá-lo

Ao falar sobre moda ética, você pode falar sobre as pessoas que fazem as roupas. Você também pode falar sobre aterros sanitários e quantas roupas estão sendo descartadas a cada ano. Você poderia falar sobre os efeitos negativos que a produção de vestuário tem sobre o meio ambiente, ou sobre os muitos benefícios de usar algodão orgânico, ou seda da paz, ou bambu.

5. Existem mais opções de moda ética, sustentável e ecológica do que você pensa

Sim, de verdade. Claro que existem toneladas de lojas de estilo hippie que carregam vestidos de saco e aquelas calças soltas com elefantes impressas sobre elas, mas nem falo sobre elas. Quero dizer, existem lojas realmente legais que vendem roupas que você e eu realmente usaríamos em público e que são feitas de forma sustentável ou ecológica.

sustentável

6. Mas eles também são, geralmente, muito parecidos

Dito isto, se não é de estilo hippie, provavelmente é bastante básico e cheio de cores neutras e ajustes modestos. Mas, claro que, nem todos os consumidores gostam de cores neutras e estilo básico. Melhorias estão sendo feitas, mas ainda há muito estilo expandindo.

7. Há certas pessoas que são loucas influentes na comunidade

Depois de assistir alguns documentários e ler alguns artigos, você começará a notar que os mesmos nomes tendem a aparecer. Livia Firth é a fundadora e diretora criativa da EcoAge, que apresentou o Green Carpet Challenge. Lucy Siegle é uma jornalista que escreve sobre vida ética e verde. Safia Minney, fundadora e CEO da etiqueta People Tree, descrita como “pioneira da moda justa”. Sem dúvida, você vai ouvir sobre eles novamente.

Traduzido e adaptado de The Curious Button

Compartilhar:

Comments ( 2 )

  1. Replyneuzamariano@gmail.com
    Adorei o post, cada vez há mais pessoas sensibilizadas para uma moda consciente. Adorei o teu blog, também me interesso pelo tema e também o tenho abordado. Obrigada!
    • Mr. FlyReplyMr. Fly
      Olá Neuza! Ficamos muito felizes de gostar dos temas abordados no blog. Moda consciente faz muita diferença para o planeta. É uma forma de contribuir para a preservação do meio ambiente. Esperamos que continue a nos acompanhar! Abraço!

Leave a reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>